fbpx

O Poder da Retórica

o-poder-da-retórica-1-1024x1024

Comunicar com impacto

Tens uma mensagem importante mas não sabes como a transmitir da melhor forma? Tens algo para dizer e queres que as pessoas se lembrem de ti? Então descobre como podes elevar não só o impacto do teu discurso, mas também garantir que és relembrado, graças ao poder da retórica.

O que é que a retórica pode fazer pela tua comunicação?

Na verdade, as técnicas de retórica que vais aprender com este artigo podem ser a diferença entre um discurso que fica na cabeça da tua audiência e um discurso que lhes passa ao lado. Mas antes de avançarmos para as técnicas, o que é a retórica?

Muito resumidamente, a retórica é um conjunto de ferramentas que podem mudar um discurso. Contudo, não se limita a esta definição – a retórica serve para aumentar o impacto da tua apresentação, captar e manter a atenção do público e até para estruturar o discurso. Em suma, serve para sermos relembrados.

Os grandes discursos ficam na nossa cabeça não só pelo significado das palavras em si, mas mas também pela musicalidade que elas geram. Isto acontece porque em termos de musicalidade retemos muito mais informação. Assim,as técnicas de retórica inserem musicalidade nos momentos-chave, para aumentar a taxa de retenção daquilo que estamos a transmitir. Como é que consegues fazer isto? Estas três técnicas são a resposta:

 Técnica dos 3

Queres ter um discurso mais organizado, que capte mais a atenção da audiência, que fique na cabeça do público e que seja mais persuasivo? Basta organizares o teu discurso em três! Fácil, certo?

Existem três razões para esta técnica ser tão multifacetada e eficaz:

1.      Enquanto seres que vivemos em comunidade, estamos habituados a ouvir grandes normas da sociedade organizadas em 3, por exemplo: cabeça, tronco e membros; passado, presente e futuro; a separação tripartida de poderes (legislativo, executivo e judiciário).

2.      O número 3 é visto como o número do equilíbrio – em testes de neurociência, a mesma argumentação organizada em 3 foi sempre mais eficaz comparativamente com a sua organização em 2 ou em 4 partes.

3.      Subconscientemente, o nosso cérebro procura padrões de comunicação, mas só consegue adivinhar o padrão a partir do 3º elemento.

Na prática, isto é algo muito simples de alcançar. Podes começar por organizar o discurso em 3 grandes partes – se o teu discurso tiver 4 ou 5 pontos tentar juntá-los em 3 grandes temáticas– ou repetir a mesma mensagem ou palavra-chave 3 vezes.

 Técnica das repetições

As repetições são a melhor maneira de passar emoção à audiência e garantir que a mensagem fica na cabeça. Isto é algo que todos fazemos naturalmente quando comunicamos e acreditamos verdadeiramente na mensagem que estamos a transmitir.

Repetir várias vezes a mensagem ou uma palavra-chave não só torna o teu discurso mais verdadeiro, mas também mais apaixonante. Apesar de ser algo que fazemos subconscientemente, também pode ser criado proativamente através desta técnica.

Assim, através das repetições é possível introduzir mais emoção e musicalidade ao discurso, aspectos essenciais para a retenção.

Técnica dos contrastes

Pensa nestas duas frases:

1.  “Não perguntes o que o teu país pode fazer por ti, pergunta o que é que tu podes fazer pelo teu país.”

2.      “Pergunta o que é que podes fazer pelo teu país.”

Porque é que a primeira frase é mais persuasiva do que a segunda? Porque a segunda parece uma ordem, enquanto que a primeira parece apenas senso comum. Quando colocamos uma ideia em oposição à outra, como na frase 1, parece não só fazer mais sentido, como também serve como um guia mental. Essencialmente, somos mais persuasivos.

O efeito do uso dos contrastes é simples mas eficaz: quando os usamos estrategicamente em algumas partes importantes do nosso discurso, aumentamos a credibilidade ao mesmo tempo que aumentamos o impacto das nossas palavras.

Esta técnica pode ser utilizada juntamente com as outras duas, por exemplo, com a repetição constante da tua mensagem-chave.

Resumindo:

O que tens mesmo de reter de cada técnica é:

·        Técnica dos 3 – ajuda na organização e no impacto, dando um boost na retenção de todo o discurso e fazendo com que seja relembrado mais facilmente.

·        Técnica das repetições – dá mais emoção ao discurso e cria soundbite nos momentos-chave.

·       Técnica dos contrastes – dá mais credibilidade e impacto ao discurso.

O curso de Public Speaking tem como frase-chave: “O Public Speaking não se aprende ouvindo, não se aprende lendo, aprende-se essencialmente falando.” Esta frase funciona tão bem porque junta todas estas técnicas de retórica – organização em 3, repetição e contraste.

Por isso, guarda este artigo para o visitares da próxima vez que tiveres algo para dizer e quiseres ter a certeza de que a tua audiência não se esquece de ti!

Inscreve-te no nosso próximo Curso de Comunicação Avançada, com um módulo especial sobre Técnicas de Retórica onde vais elevar a tua comunicação a um nível de excelência!

Redigido por: Inês Duarte